close

x Brasileirão Série B 2024
22/04/2024 - 21:00
x Brasileirão Série B 2024
26/04/2024 - 21:00
x Brasileirão Série B 2024
06/05/2024 - 21:00

Após ouvir “não” de ex-dirigentes, Guarani avalia novos nomes para o departamento de futebol

Michel Alves e Rodrigo Pastana recusaram propostas feitas pelo Bugre

Por Nossa Taba, em 05/03/24

A diretoria do Guarani segue em busca de um novo superintendente de futebol para o clube. Desde que demitiu Juliano Camargo, em 18 de fevereiro, o cargo está sendo ocupado interinamente por Danilo Silva. O desejo dos cartolas alviverdes, no entanto, é trazer um nome definitivo para chefiar o departamento e auxiliar na montagem do elenco para a disputa da Série B do Brasileirão.

Os primeiros alvos estabelecidos pelo Bugre foram velhos conhecidos da torcida. O número um da lista era Rodrigo Pastana, que trabalhou no time entre 2022 e 2023, e atualmente está no Grêmio São-Carlense. Por conta do processo desgastante que foi sua saída de Campinas no ano passado – com troca de farpas com o Conselho de Administração – ele recusou as investidas feitas.

Outro ex-executivo consultado foi Michel Alves, que foi superintendente do Guarani entre 2019 e 2022. Ele esteve em Campinas no último final de semana com a delegação do Novorizontino, clube que trabalha nos dias de hoje, e participou de um jantar com o presidente bugrino, André Marconatto, e com o CEO Ricardo Moisés. A reunião, porém, não resultou em um acerto, já que Alves se considera satisfeito com o projeto do Tigre do Vale e cogita deixar a equipe somente se receber propostas de agremiações da elite do futebol brasileiro.

Com as recusas, os dirigentes alviverdes passaram a analisar nomes inéditos em Campinas. O Nossa Taba apurou que um dos perfis debatidos é o de Felipe Ximenes. Natural de Três Corações (MG), tem 56 anos e trabalha com futebol desde o início do século XXI. Ele acumula passagens como executivo em clubes como Atlético-MG, Fluminense, Coritiba, Flamengo e Santos. Seu último trabalho foi no CSA, em 2022.

Outro profissional que despertou o interesse do Guarani foi Júlio Rondinelli, responsável pela gestão de elenco do Juventude. O fato dele estar empregado em uma equipe de Série A de Campeonato Brasileiro e haver, ainda, a concorrência com outros times, como o Coritiba, tendem a dificultar a negociação com o Bugre.

Foto: Reprodução/Guarani FC