Conecte-se conosco

26ª RODADA – CRB 1 x 1 Guarani

O Guarani voltou a apresentar a oscilação que lhe tem sido característica na Série B do Brasileiro e não conseguiu a reabilitação. Em Maceió, o Bugre saiu atrás no marcador, conseguiu buscar o empate e ficou no 1 a 1 com o CRB, na tarde desta sexta-feira, pela 26ª rodada. Neto Baiano abriu o placar para os donos da casa e Bruno Mendes, que entrou no decorrer do segundo tempo, deixou tudo igual.

Com quatro partidas sem vitória – três empates e uma derrota – o Alviverde consegue somar mais um ponto fora de casa, mas não aproveitou a oportunidade de encostar no G4, afinal o Goiás, um dos concorrentes, foi derrotado. Com 38 pontos, o time segue na sexta colocação, mas pode perder duas posições. O próximo compromisso é na quinta-feira da semana que vem, contra o Juventude, às 21h, no Brinco de Ouro.

PRIMEIRO TEMPO
Umberto Louzer surpreendeu na escalação ao promover quatro mudanças no time. Além do zagueiro Fabrício, que sequer viajou e foi substituído por Edson Silva, o técnico também preservou Rafael Longuine e Bruno Mendes, que deram lugar a Rondinelly e Marcão, respectivamente. Outra alteração foi tática, com a entrada do volante Fabrício Bigode na vaga de Bruno Xavier.

A formação mais cautelosa, pelo menos em termos de desempenho, não funcionou no primeiro tempo, que foi corrido, mas tecnicamente muito ruim. Nenhuma das duas equipes conseguiu sequer uma finalização a gol. O CRB, pelo menos, ainda tentou alguma coisa. Nos primeiros 30 minutos, teve domínio quase completo da partida, enquanto o Bugre se limitava a marcar e correr atrás do adversário.

Com posse de bola e volume pelo lado esquerdo, os donos da casa balançaram a rede com Diego Rosa, mas o gol foi anulado por impedimento. Na melhor chance, Rafael Carioca pegou rebote e finalizou à direita de Agenor.

Totalmente inofensivo, o Guarani não foi capaz de levar perigo real aos alagoanos e teve apenas duas finalizações –  uma cabeçada fraca de Edson Silva, aos 34′, e uma cobrança de falta de Pará, aos 37′, que foi sem direção. Nenhum dos três volantes conseguiu apoiar com qualidade e os laterais erraram bastante. Dessa maneira, o time não teve a possibilidade de trabalhar a bola na frente. Para piorar, Matheus Oliveira, Rondinelly e Marcão erraram tudo o que tentaram na etapa inicial.

SEGUNDO TEMPO
A primeira alteração do Alviverde na partida aconteceu já no intervalo, com a entrada de Bruno Xavier no lugar de Matheus Oliveira. Apresentando outro comportamento, o time voltou melhor para o segundo tempo, muito por conta da participação mais efetiva dos volantes na construção do jogo.

Aos 5′, o Bugre ficou muito perto de abrir o placar. Em jogada pela direita, Fabrício Bigode fez o cruzamento, Rondinelly apareceu entre os zagueiros e cabeceou na trave esquerda. Quatro minutos depois foi a vez de Ricardinho chegar à frente, arriscar de fora da área e dar trabalho a João Carlos.

O momento era mais favorável aos visitantes, mas um lance totalmente imprudente e sem necessidade de Edson Silva complicou as coisas. Em disputa de bola com Iago, o zagueiro derrubou o adversário e o árbitro marcou pênalti. Neto Baiano foi para a cobrança, deslocou Agenor e fez 1 a 0, aos 18′.

Precisando correr atrás do prejuízo, Umberto Louzer mandou a campo Rafael Longuine e Bruno Mendes e a dupla deu ganho de qualidade ao time. O atacante teve boa chance aos 32′, ao receber lançamento e bater cruzado, mas João Carlos desviou. No minuto seguinte, o gol saiu. Pará fez bom cruzamento pelo lado esquerdo, Bruno Mendes se antecipou ao marcador e desviou no canto para deixar tudo igual e encerrar um jejum de 391 minutos do Bugre sem balançar a rede.

Os últimos minutos foram de jogo aberto, com os dois times buscando a vitória. Quem levou mais perigo foi o CRB. Aos 41′, Rafael Carioca finalizou cruzado e a bola passou perto da trave esquerda de Agenor. Depois, em jogada de Elias, Pará foi certeiro para afastar a bola antes da chegada de Renan Oliveira. O time da casa ainda tentou uma pressão final, mas o Guarani conseguiu segurar o resultado.

FICHA DO JOGO

CRB 1 x 1 GUARANI


João Carlos; Diogo Matheus, Everton Sena, Wellington Carvalho e Rafael Carioca; Claudinei, Luiz Otávio e Diego Rosa (Renan Oliveira – 10’/2º); Iago (Elias – 42’/2º), Neto Baiano e Willians Santana (Leilson – 27’/2º). Técnico: Doriva.


Agenor; Kevin, Philipe Maia, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira, Fabrício Bigode e Ricardinho; Matheus Oliveira (Bruno Xavier – intervalo) e Rondinelly (Rafael Longuine – 28’/2º); Marcão (Bruno Mendes – 28’/2º). Técnico: Umberto Louzer.

Gols: Neto Baiano (pênalti), aos 18 minutos e Bruno Mendes, aos 33 minutos do segundo tempo.
Renda e público:
Não divulgados.
Local:
Estádio Rei Pelé, em Maceió.
Data e horário: Sexta-feira, 7 de setembro, às 16h.
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Everton Sena, Wellington Carvalho, Renan, Neto Baiano (CRB); Ricardinho, Marcão, Bruno Xavier (Guarani)

Comentários

comentários