Conecte-se conosco

15ª RODADA – Guarani 2 x 1 Votuporanguense

O Guarani encerrou a fase de classificação da Série A2 do Campeonato Paulista com vitória. Sem a maioria de seus titulares, o Bugre não teve grande atuação, mas derrotou o Votuporanguense por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Estádio Brinco de Ouro, em resultado que foi suficiente para garantir ao time a liderança. Fumagalli e Pedro Bortoluzo anotaram os gols da equipe alviverde e Felipe descontou para os visitantes.

Na primeira posição, com 31 pontos, o Guarani também conheceu seu próximo oponente. O adversário na semifinal será o XV de Piracicaba, que ficou em quarto lugar, com 26 pontos. O acesso será disputado em duas partidas, com a ida no Barão de Serra Negra e a volta no Brinco de Ouro. Datas e horários dos confrontos deverão ser confirmados pela Federação Paulista no Conselho Técnico que será realizado na terça-feira. O outro confronto da segunda fase será entre São Bernardo e Oeste e os dois finalistas garantem presença na primeira divisão em 2019.

PRIMEIRO TEMPO
Apesar do time misto e seis novidades entre os titulares, – Lucas Kal, Kevin, Helder, Denner, Fumagalli e Pedro Bortoluzo – o Guarani precisou de apenas dez minutos para abrir o placar. Em lance de contra-ataque, Pedro Bortoluzo foi lançado, chutou cruzado, o zagueiro Jorge Miguel cortou com o braço e o árbitro marcou pênalti. Com a habitual categoria, Fumagalli bateu firme no canto direito e fez 1 a 0 – foi o gol de número 90 do meia com a camisa bugrina.

Esse, no entanto, foi um dos raros bons momentos do time no primeiro tempo. Com uma formação diferente e sem tanta velocidade, faltou ao Alviverde mais aproximação e compactação ofensiva. Isso permitiu ao Votuporanguense ter mais a bola e os visitantes incomodaram com alguma frequência a meta bugrina. Aos 24, Nathan recebeu cruzamento, mas errou o alvo no cabeceio. Quatro minutos depois, o zagueiro Lucas Kal evitou o empate ao aparecer para afastar na hora certa a tentativa de Felipe.

Embora tivesse o contra-ataque à disposição, o Guarani continuava com dificuldades para ameaçar o adversário. E, lá atrás, quem se destacou foi o goleiro Bruno Brígido, que teve boa participação ao fazer grande defesa em uma pancada de fora da área de Ricardinho, aos 44. Antes do intervalo, ainda deu tempo de Erik quase ganhar um presentão do goleiro adversário. Em jogada individual, o atacante arriscou e por muito pouco Paulo Roberto não aceitou.

SEGUNDO TEMPO
A postura do Bugre na volta do intervalo foi bem diferente e rapidinho a equipe conseguiu ampliar a vantagem. Fumagalli fez o passe e Pedro Bortoluzo, de pé direito, fuzilou o goleiro para fazer 2 a 0, aos 3, e marcar seu primeiro gol pelo clube.

Com o 2 a 0 e a liderança praticamente garantida, o Guarani diminuiu mais uma vez o ritmo, deu campo ao Votuporanguense e ofereceu oportunidades. Os visitantes aproveitaram para diminuir aos 18. Após cobrança de escanteio, a zaga parou e Felipe apareceu para cabecear no canto esquerdo de Bruno Brígido e descontar o marcador.

O gol deu uma agitada no jogo. Já com Caíque, que fez sua estreia na temporada, no lugar de Fumagalli, o Alviverde teve boa chance de marcar o terceiro aos 22. Pedro Bortoluzo recebeu passe na entrada da área e fez o pivô para chegada de Denner. O volante bateu colocado buscando o ângulo esquerdo e a bola passou muito perto.

Com o placar indefinido, os minutos finais foram de bastante inquietação para o torcedor bugrino por causa da dificuldade da equipe em segurar o resultado. O Alviverde tomou pressão do Votuporanguense, não conseguiu valorizar a posse de bola e tampouco encaixar contra-ataques para liquidar a partida. Quem salvou o time do pior foi o goleiro Bruno Brígido, seguro quando exigido e decisivo ao fazer grande defesa em cabeçada de Jorge Miguel, já aos 43.

FICHA DO JOGO

GUARANI 2 x 1 VOTUPORANGUENSE


Bruno Brígido; Lenon, Lucas Kal, Fernando Lombardi e Kevin; Helder (Pablo, 9/2º), Ricardinho e Denner; Fumagalli (Caíque, 23/2º); Erik e Pedro Bortoluzo (Elias, 35/2º). Técnico: Umberto Louzer.


Paulo Roberto; Douglas, João Victor, Jorge Miguel e Cleidson; Jairo (Tiago Tremonti, 15/2º), Ricardinho e Elvinho (Fio, 15/2º); João Marcos, Felipe e Nathan (Adriano Paulista, 15/2º). Técnico: Rafael Guanaes.

Gols: Fumagalli (pênalti), aos 10 minutos do primeiro tempo; Pedro Bortoluzo, aos 3 minutos e Felipe, aos 18 minutos do segundo tempo.
Público: 4.503 pessoas.
Renda: R$ 58.729,00.
Local: Estádio Brinco de Ouro.
Data e horário: Sábado, 24 de março, às 15h.
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho.
Cartões amarelos: Fumagalli (Guarani)

Comentários

comentários