Conecte-se conosco

Notícias

Guarani pode ‘ajudar’ a definir rebaixamento e acesso na Série B

Nas últimas três rodadas, Bugre enfrenta adversários com pretensões

Paysandu e Brasil de Pelotas, que ainda lutam contra o rebaixamento, e o Londrina, que tenta o acesso, são os últimos adversários do Guarani na Série B (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

As últimas três rodadas da Série B do Brasileiro prometem fortes emoções dos dois lados da tabela e o Guarani, mesmo sem ter pretensões, pode ‘ajudar’ na definição da briga pelo acesso e na luta contra o rebaixamento. Adversários do Bugre, Paysandu, Brasil de Pelotas e Londrina ainda disputam alguma coisa e devem ir a campo contra o Alviverde precisando do resultado positivo.

No sábado, às 21h, o Paysandu vem a Campinas bastante pressionado. A equipe paraense abre a zona de rebaixamento, com 37 pontos, mas não poderá ter sua queda confirmada no final de semana pois Criciúma e CRB, dois de seus concorrentes, se enfrentam. Ainda assim, um tropeço no Brinco de Ouro deixa o Papão, na melhor das hipóteses, ainda a quatro pontos de sair da degola, mas com apenas seis pontos em disputa.

No sábado seguinte, dia 17, o Guarani vai a Pelotas e faz sua última partida fora de casa contra o Brasil. Depois de golear o Vila Nova no último terça-feira, o time xavante conseguiu um alívio na tabela e está na 14ª posição, com 43 pontos. Para se livrar de vez, precisa apenas de uma vitória sobre o já rebaixado Boa Esporte. Caso isso não aconteça, o resultado contra o Bugre será fundamental já que depois o desafio é contra o Goiás, que está na briga pelo acesso.

Depois de enfrentar dois adversários ainda preocupados com o risco de terceira divisão, o Guarani encerra sua participação na Série B podendo ser um dos ‘fieis da balança’ na disputa por uma vaga na elite. O compromisso na última rodada é diante do Londrina, no dia 24, em Campinas. A equipe paranaense é a quinta colocada, a três pontos do G4, e vem embalada por uma impressionante sequência de dez partidas sem vencer. Caso mantenha o embalo, o Tubarão pode chegar no Brinco entre os quatro. Vale lembrar que a Ponte Preta também está nessa briga e pode depender de um resultado positivo do maior rival.

Na 9ª colocação, o Guarani tem como principal meta terminar o campeonato na melhor condição possível. O técnico Umberto Louzer ainda não adiantou se vai colocar força máxima nas três partidas ou se pretende realizar experiências com o elenco. Fato é que, no sábado, ele sabe que não contará com o zagueiro Fabrício e o atacante Caíque, suspensos, além de aguardar um posicionamento do departamento médico sobre as situações dos meias Jefferson Nem e Matheus Anjos e dos atacantes Bruno Mendes e Bruno Xavier.

Comentários

comentários

Mais em Notícias