Conecte-se conosco

Notícias

Figueirense x Guarani: Bugre tem outro duelo de ‘vida ou morte’

Bola rola no Orlando Scarpelli, pela 35ª rodada da Série B, a partir das 21h30 desta terça-feira

Um dos destaques do último jogo, o meia Jefferson Nem tem presença confirmada na equipe titular: Bugre pode repetir a mesma formação que bateu o Coritiba (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

Depois de superar o Coritiba e conseguir acabar com o incômodo jejum na Série B do Brasileiro, o Guarani faz nesta terça-feira mais um jogo de ‘vida ou morte’ na luta para seguir com chances de conseguir o acesso. Em busca da segunda vitória seguida fora de casa, o Bugre enfrenta o Figueirense, às 21h30, no Estádio Orlando Scarpelli, obrigado novamente e fazer o resultado positivo para matematicamente continuar sonhando com o G4.

Com apenas quatro rodadas para o término da competição, o Alviverde aparece na 9ª colocação, com 49 pontos. A vitória do Goiás sobre o Sampaio Corrêa, na segunda-feira, não ajudou, e o time terá que torcer por pelo menos uma derrota do Avaí contra o Atlético-GO para, com uma vitória em Florianópolis, conseguir reduzir a diferença em relação ao quarto colocado para quatro pontos.

A boa atuação no último jogo resgatou a autoestima do grupo e serve de motivação para mais um compromisso decisivo, em que só a vitória interessa para não acabar com as pretensões do clube e tornar as três partidas restantes mero cumprimento de tabela.

“Todos trabalham para buscar a vitória. Sofremos em alguns jogos, mas não deixamos de trabalhar forte. O importante foi reconquistar um pouco dessa confiança e agora colocá-la em prática para enfrentar o Figueirense” – Fabrício

ESCALAÇÃO
Depois de ter semanas cheias para trabalhar o time antes das últimas rodadas, dessa vez o técnico Umberto Louzer mal conseguiu preparar o time por conta da proximidade entre os jogos. O bom desempenho contra o Coritiba, porém, permite que ele possa até repetir a escalação. A única dúvida envolve o meia Matheus Anjos, que sofreu um entorse no tornozelo direito e realizará tratamento intensivo para reunir condições de jogo. Caso ele não atue, Rafael Longuine deverá ser o substituto. Destaques no sábado, o volante Denner, o meia Jefferson Nem e o jovem atacante Gabriel Poveda estão confirmados.

O ADVERSÁRIO
Na 11ª colocação, com 45 pontos, o Figueirense já não almeja a mais nada na competição, afinal não tem mais possibilidades matemáticas se subir, mas também não corre risco de rebaixamento. Depois de uma campanha muito irregular, em que chegou a ficar nove rodadas sem vencer, o time catarinense tem como pensamento ‘jogar pela honra’ as últimas quatro partidas da temporada.

Além disso, a cabeça também já está no planejamento em 2019. Por conta disso, o técnico Rogério Micale já adiantou que vai utilizar os jogos para observar o elenco e dar oportunidades a atletas pouco aproveitados. Para enfrentar o Guarani, o Furacão do Estreito não conta com o volante Zé Antônio, expulso no empate com o Oeste. O zagueiro Trevisan e o volante Pereira, que cumpriram suspensão, estão à disposição e devem iniciar a partida.

ARBITRAGEM
O trio de arbitragem é do Rio de Janeiro. João Batista de Arruda apita o jogo, auxiliado por Wendel de Paiva Gouvêa e Diogo Carvalho Silva. Nascido na capital fluminense, o árbitro tem 44 anos, é professor de Educação Física e pertence ao quadro da CBF desde 2010. Na atual temporada, trabalhou em 13 partidas, sendo apenas três na Série B.

RETROSPECTO
O confronto desta terça-feira será o 16º entre as equipes e o retrospecto é favorável ao Guarani, que tem sete vitórias, contra três do Figueirense, além de cinco empates. O Bugre balançou as redes 23 vezes, enquanto o adversário marcou 14 gols. Em Florianópolis, há equilíbrio, com duas vitórias para cada lado e cinco empates nos nove duelos disputados.

No primeiro turno, os times se enfrentaram pela 16ª rodada, em 17 de julho, no Brinco de Ouro. Em um jogo cheio de alternativa e quatro gols no primeiro tempo, o Figueirense fez 1 a 0 com Henrique Trevisan, Rafael Longuine empatou, Gustavo Ferrareis recolocou os catarinenses na frente e Matheus Oliveira deixou tudo igual novamente. Na etapa final, Henan marcou o gol que definiu a vitória dos visitantes por 3 a 2.

ONDE ASSISTIR
O jogo no Orlando Scarpelli terá transmissão apenas pelo Premiere, no sistema pay-per-view. O twitter do Nossa Taba acompanha e traz detalhes dos lances mais importantes.

FICHA DO JOGO

FIGUEIRENSE x GUARANI


Vitor Caetano; Matheus Sales, Nogueira, Eduardo e João Paulo; Pereira, Betinho, Renan Mota, Felipe Amorim e Ferrareis; Elton (Henan). Técnico: Rogério Micale.


Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Romário; Willian Oliveira, Ricardinho e Denner; Jefferson Nem e Matheus Anjos (Rafael Longuine); Gabriel Poveda. Técnico: Umberto Louzer.

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.
Data e horário: Terça-feira, 6 de novembro, às 21h30.
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ).
Auxiliares: Wendel de Paiva Gouvêa e Diogo Carvalho Silva

Comentários

comentários

Mais em Notícias