Conecte-se conosco

Notícias

Em Florianópolis, Ricardinho completa 50 jogos pelo Guarani

Capitão bugrino é o jogador que mais vezes defendeu o clube na temporada

Ricardinho desfalcou o Guarani em apenas três partidas no ano: volante, autor do gol do acesso na Série A2, totaliza 4.281 minutos em campo (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

Jogador mais regular do Guarani na temporada, Ricardinho completa nesta terça-feira, no jogo contra o Figueirense, a marca de 50 partidas com a camisa bugrina. O volante, indicado pelo então técnico Fernando Diniz ainda no ano passado, é apenas o terceiro atleta do atual elenco a atingir esse número – os outros são Bruno Mendes (75) e Caíque (50).

O capitão bugrino é também quem mais vestiu a camisa do clube em 2018. Das 52 partidas disputadas pela equipe, ele esteve ausente em apenas três – uma pela Série A2 e duas na Série B. Titular sempre que esteve à disposição do técnico Umberto Louzer, Ricardinho soma 4.281 minutos em campo, quase mil a mais do que o segundo colocado no ranking – o atacante Bruno Mendes soma 3.303.

Mais do que a frequência, o volante se notabiliza pela importância que tem no time. Na Série B, ele é o segundo do time em passes certos (1.171), líder em desarmes (52), faltas recebidas (56) e viradas de jogo certas (7). No ano, são três gols marcados, mas um com um peso todo especial, afinal foi dos pés do camisa sete a bola que decidiu o acesso bugrino no Paulista na partida contra o XV de Piracicaba, no Brinco de Ouro.

Pelas redes sociais, Ricardinho celebrou a marca com a seguinte mensagem: “Hoje completo 50 jogos vestindo a camisa do Guarani. Pra mim é uma honra poder representar um time de tantas glórias e, também, contribuir com o acesso à elite do Paulistão. Queria primeiramente agradecer a Deus que me fez forte para encarar cada dia, a minha família por ser meu alicerce e sempre me apoiar e segurar junto comigo nessa trajetória. Sem me esquecer dos companheiros que estão sempre um levantando o outro unidos em todos os momentos, Obrigado, torcida bugrina, por sempre me passar o apoio e energia positivas para seguirmos firmes! Sem todos vocês, nada teria acontecido. Espero conquistar muito mais pelo Guarani”.

Com 29 anos, Ricardinho tem contrato com o clube até 3 de dezembro. Durante a temporada, o volante recebeu sondagens de outras equipes e inclusive um convite oficial do Sport, mas a transferência não se concretizou. O Bugre ainda não procurou oficialmente o jogador para uma conversa de renovação e a expectativa é de muito assédio por conta da boa temporada realizada.

Comentários

comentários

Mais em Notícias