Conecte-se conosco

Notícias

Fabrício destaca confiança e diz que Guarani precisa ‘trabalhar no limite’

Zagueiro pede foco para o time repetir desempenho contra o Figueirense

Fabrício falou sobre a importância de críticas não abalarem o grupo: 'a gente não baixou a guarda, mesmo com as pancadas sofridas' (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

A vitória sobre o Coritiba e o fim de jejum de cinco jogos na Série B do Brasileiro provocou uma injeção de ânimo no Guarani, mas o elenco sabe que precisará dar uma resposta parecida na partida contra o Figueirense, nesta terça-feira. Para o zagueiro Fabrício, um dos líderes do grupo, a confiança readquirida é um bom aliado, mas será preciso trabalhar no limite em mais um compromisso fora de casa.

No final de semana, o Bugre conseguiu ser equilibrado em todos os setores, dominou o adversário e praticamente não passou sustos. A atuação poucas vezes vista durante a campanha na segunda divisão motivou a todos para a reta final do torneio.

“Sofremos muito com as derrotas. Colocaram uma interrogação no nosso potencial, mas nunca deixamos de acreditar no nosso trabalho”, disse o defensor em entrevista à Rádio Bandeirantes. “Foi uma vitória importante, que renovou nossa confiança e esperamos, contra o Figueirense, ter a mesma postura e buscar mais uma vitória”.

Fabrício também destacou a força do plantel, principalmente pela participação decisiva das três novidades no time no último sábado. Denner, Jefferson Nem e Gabriel Poveda foram protagonistas nos dois gols e serão mantidos na escalação titular.

“A gente tem um time de muita qualidade, uma molecada de potencial incrível. Quem entra, a gente sabe que pode cumprir com o que o Umberto passa. Para muitos é uma novidade, mas que convive no dia a dia sabe que não é novidade”, defendeu.

Com 4% de chances de acesso segundo o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, o Bugre precisará de uma campanha perfeita nas últimas quatro rodadas para ter chance de conseguir o acesso. A missão é difícil, mas a ordem é se entregar até o fim em busca desse objetivo.

“Temos confiança no nosso grupo e no nosso trabalho. A gente não baixou a guarda, mesmo com as pancadas sofridas. O importante foi reencontrar a vitória e nosso foco é manter esse desempenho. Temos que trabalhar no limite do nosso potencial”, finalizou o zagueiro bugrino.

Depois de conseguir a reabilitação, o Guarani enfrenta o Figueirense nesta terça-feira, às 21h30, no Estádio Orlando Scarpelli. Na 9ª posição, com 49 pontos, o Alviverde busca o segundo resultado positivo fora de casa para tentar diminuir a desvantagem em relação ao G4.

Comentários

comentários

Mais em Notícias