Conecte-se conosco

Estatísticas

Chance de acesso do Guarani despenca após 30ª rodada

Quinto colocado com 45 pontos, Bugre vê rivais de posição inferiores com mais probabilidade

Atacante Bruno Xavier durante a partida contra o São Bento, na última sexta-feira, em Sorocaba (Foto: Luciano Claudino/Código19)

Com a derrota para o São Bento por 1 a 0 na última sexta-feira, as chances de acesso à primeira divisão do Guarani despencaram para 23,9%, 17,4 % a menos em relação à penúltima rodada, quando o Bugre empatou com o Vila Nova, por 1 a 1, em Goiânia. É o que aponta o grupo do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, que realiza esse trabalho com probabilidades do futebol desde 2005.

Mesmo com o revés em Sorocaba, o time do técnico Umberto Louzer permaneceu na quinta posição na tabela com 45 pontos, três a menos que o Avaí, quarto colocado, que venceu o Boa Esporte na Ressacada e aumentou a distância em relação ao concorrente.

Apesar de ser o primeiro time fora do G-4, o Guarani, segundo os cálculos, ainda coleciona menos chances de alcançar o seu objetivo em relação ao Leão de Florianópolis (48,9%) e com os goianos Atlético-GO (27,6%) e Vila Nova (25,6%), atuais sexto e sétimo colocado, respectivamente.

Ainda de acordo com os estudos da universidade mineira, os favoritos para disputarem a Série A do Brasileiro em 2019 são o líder Fortaleza (99,54%), Goiás (81,9%) e CSA (71,4%).

Em relação a risco de rebaixamento, a situação do Guarani já está completamente resolvida, afinal com 45 pontos não existe nenhuma possibilidade de queda na atual temporada. As situações mais desesperadoras são de Boa Esporte (96,4%), Sampaio Corrêa (79%), Paysandu (70,7%) e Juventude (65,8%).

Nas últimas oito rodadas, o Bugre fará quatro compromissos em casa e quatro partidas fora de seus domínios. No Brinco de Ouro, o Guarani recebe Avaí, Oeste, Paysandu e Londrina. Além disso, vai visitar o Boa Esporte, Coritiba, Figueirense e Brasil de Pelotas.

Comentários

comentários

Mais em Estatísticas