Conecte-se conosco

Notícias

Guarani x Juventude: Bugre joga com responsabilidade elevada

Bola rola no Brinco de Ouro, pela 27ª rodada da Série B, a partir das 21h desta quinta-feira

Desfalque no empate com o CRB, Fabrício está de volta ao time: zagueiro é uma das quatro novidades na formação titular (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

Em um campeonato tão equilibrado como está a Série B do Brasileiro, onde os jogos têm sido extremamente imprevisíveis, apontar um favorito em qualquer partida não é aconselhável, mas em alguns momentos existem responsabilidades das quais um time não pode fugir. E é essa obrigação que o Guarani carrega para enfrentar o Juventude, nesta quinta-feira, às 21h, no Estádio Brinco de Ouro, pela 27ª rodada. Só a vitória interessa ao Bugre, que prioriza a permanência na segunda divisão, mas ainda se permite sonhar com o acesso.

Sem vencer há quatro jogos – três empates e uma derrota – o Alviverde inicia uma sequência de dois compromissos em casa que podem ser decisivos para o futuro na competição. Depois do Juventude, o próximo oponente é o CSA e seis pontos nessas partidas podem significar, além de um passo decisivo no objetivo da manutenção, o sinal de que a equipe está firme na luta por uma das quatro vagas.

Se o fato de jogar em casa e precisar da reabilitação já são motivos suficientes, outro fator que aumenta a necessidade do Guarani conseguir o resultado positivo é a diferença na tabela em relação ao adversário, afinal o Bugre, que é o 7º colocado com 38 pontos, tem 10 pontos de em relação ao Juventude, que ocupa a 18ª posição e corre sérios riscos de rebaixamento.

ESCALAÇÃO
Depois de entrar em campo na sexta-feira passada no empate com o CRB, o time ganhou um tempo de recuperação e preparação. A possibilidade de descanso permite que o técnico Umberto Louzer promova novidades na formação titular e a expectativa é de quatro mudanças em relação a última rodada.

Recuperado de um problema muscular, o zagueiro Fabrício volta ao time no lugar de Edson Silva. Preservados no primeiro tempo em Maceió, o meia Rafael Longuine e o atacante Bruno Mendes substituem Rondinelly e Marcão, respectivamente. A quarta alteração é por ordem tática. O treinador abdica do esquema com três volantes e, assim, Fabrício Bigode perde espaço. O dono da vaga não foi confirmado, mas a disputa é entre Bruno Xavier e Jefferson Nem.

Há uma preocupação da comissão técnica em relação aos cartões amarelos, afinal na sequência o Alviverde tem confronto direto contra o vice-líder CSA. Da provável formação que vai a campo, o lateral-direito Kevin, o zagueiro Philipe Maia, o volante Willian Oliveira, o meia Rafael Longuine e o atacante Bruno Xavier estão na lista de pendurados e, em caso de advertência, não participação do duelo que acontece no sábado da semana que vem.

O ADVERSÁRIO
O Juventude vive fase extremamente complicada na Série B. Em queda livre, a equipe não vence há nove rodadas e coleciona quatro empates e cinco derrotas no período. O mau momento provocou uma recente troca de treinador, com Luiz Carlos Winck no comando do time nas últimas três partidas, e também mudanças no elenco, afinal sete jogadores foram dispensados no início da semana.

Para enfrentar o Guarani, o treinador gaúcho, que já utilizou 23 jogadores diferentes, fará novas modificações em busca da equipe ideal. Ele não conta com os zagueiros Rafael Bonfim (suspenso) e Fred (lesionado) e a principal novidade é a estreia do volante Rodrigo. Diones, titular nos últimos jogos, fica como opção no banco de reservas.

INGRESSOS
Para a partida, o Guarani manteve o padrão no preço das entradas, mas não terá o tobogã aberto. Na cabeceira sul, os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Na vitalícia e abaixo do tobogã o preço é de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Para a vitalícia, além do ingresso, é cobrado também R$ 30 pelo acesso. Torcedor com a camisa do clube paga meia-entrada em todos os setores. Já os participantes do sócio-campeão poderão ocupar as vitalícias. As bilheterias funcionam nesta terça-feira das 9h até o intervalo do jogo.

ARBITRAGEM
O trio de arbitragem é da Federação de Tocantins. Alisson Sidnei Furtado apita o jogo, auxiliado por Fabio Pereira e Cipriano da Silva Sousa. Nascido em Lages, em Santa Catarina, o árbitro tem 31 anos, é professor de Educação Física e pertence ao quadro da CBF desde 2014. Em 2018, ele trabalhou em apenas 10 partidas por competições nacionais por ter sido reprovado no teste físico realizado em junho. Em nova avaliação, Furtado conseguiu passar e esta será sua primeira escala após quase três meses.

RETROSPECTO
O confronto desta quinta-feira será o 26º entre as equipes e o retrospecto é ligeiramente favorável ao Guarani, que tem nove vitórias, contra oito do Juventude, além de oito empates. O Bugre balançou as redes 22 vezes, enquanto o adversário marcou 20 gols. Em Campinas, a superioridade dos donos da casa é maior, com seus vitórias em 12 partidas – os gaúchos venceram duas e aconteceram quatro empates.

No primeiro turno, os times se enfrentaram pela oitava rodada em 1º de junho, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Na ocasião, o Juventude venceu a partida por 1 a 0, com gol de Fellipe Mateus aos 46 minutos do primeiro tempo.

ONDE ASSISTIR
O jogo no Brinco de Ouro terá transmissão pelo Sportv, mas com exceção a Campinas e Região, que acompanham a partida apenas pelo sistema pay-per-view.

FICHA DO JOGO

GUARANI x JUVENTUDE


Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira, Rafael Longuine e Bruno Xavier (Jefferson Nem); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.


Matheus; Felipe Mattioni, Micael, Wagner e Neuton; Rodrigo, Caio Rangel, Lucas, Leandro Lima e Rafinha; Guilherme Queiróz. Técnico: Luiz Carlos Winck.

Local: Estádio Brinco de Ouro.
Data e horário: Quinta-feira, 13 de setembro, às 21h.
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO).
Auxiliares: Fabio Pereira e Cipriano da Silva Sousa.

Comentários

comentários

Mais em Notícias