Conecte-se conosco

Coletivas

Louzer destaca potencial do grupo e valoriza disputa interna

Com inscrições fechadas para a Série B, clube não poderá fazer mais contratações

Umberto Louzer ressaltou a dedicação do grupo: 'os atletas têm se comprometido demais com o clube, sabedores do que é preciso fazer' (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

Será o grupo que atualmente está à disposição que Umberto Louzer vai trabalhar nas últimas 12 rodadas da Série B do Brasileiro. Após o final do prazo de inscrições do campeonato, na segunda-feira, o treinador recebeu três reforços – o lateral-esquerdo Romário, o volante Mateus Silva e o meia Matheus Anjos. Com o primeiro objetivo de alcançar 46 pontos para assegurar a permanência, mas ainda sonhando com uma das quatro vagas do acesso, o comandante do Guarani destacou o potencial do elenco que tem em mãos e valorizou a disputa interna por posição.

Depois de uma reformulação sofrida no decorrer do torneio, com saída de titulares absolutos e a chegada de outras peças, Louzer precisou reconstruir a equipe e, aos poucos, vai encontrando o time que considera ideal. Para ele, o tempo para adquirir entrosamento e conjunto é um obstáculo, mas que precisa ser compensado com dedicação.

“O grupo está se reconstruindo, mas tem qualidade e potencial. Aos atletas que chegaram no decorrer do campeonato demanda tempo para ajuste e procuramos trabalhar no dia a dia para deixar os atletas aptos nas condições física e técnica”, disse o treinador em entrevista coletiva nesta quarta-feira. “Os atletas têm se comprometido demais com o clube, sabedores do que é preciso fazer. Por isso enaltecemos os valores que a gente têm”.

A disputa interna por posição também foi exaltada pelo treinador, que citou o exemplo de Fabrício Bigode. O volante recebeu algumas oportunidades, mas ainda não conquistou de vez a titularidade – nesta quinta-feira, contra o Juventude, ele voltará ao banco de reservas.

“Quando entrou, o Bigode correspondeu e está pedindo passagem. Quem está jogando sabe que precisa acelerar mais porque o companheiro está pedindo passagem e buscando espaço. O Fabrício tem crescido muito, é um jovem com qualidade e que com certeza vai nos ajudar”.

Comentários

comentários

Mais em Coletivas