Conecte-se conosco

Coletivas

Nova aposta no gol, Agenor projeta oportunidade e sequência

Jogador está regularizado e aguarda chance com o técnico Umberto Louzer

Agenor foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira: goleiro já teve documentação regularizada, mas ainda não deve ser relacionado para enfrentar o Fortaleza (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

Desde que Bruno Brígido deixou o clube e se transferiu para o Feirense, de Portugal, o Guarani ainda não conseguiu encontrar um goleiro capaz de garantir estabilidade. Georgemy foi testado, falhou logo em sua estreia e perdeu espaço. Depois chegou Oliveira, que teve um bom início, mas falhas em dois jogos consecutivos minaram a confiança de torcida e comissão técnica. Agora, é a vez de Agenor. Contratado após rescindir com o Sport, o jogador projeta essa oportunidade para se fixar como o dono da meta bugrina.

Após ter seu contrato registrado no Boletim Informativo Diário da CBF na tarde desta quinta-feira, o goleiro já pode ficar à disposição do técnico Umberto Louzer. Com apenas três partidas disputadas na temporada, ele resolveu mudar de ares em busca de mais espaço.

“Venho atuando pouco esse ano. No Sport, o Magrão tem uma história bonita e eu respeito bastante isso. Um dos motivos de eu vir pra cá é o fato de não jogar lá. Me sinto preparado e vou em busca do meu melhor. Não estou 100% ainda, mas com o tempo vou estar. Me coloco à disposição para ajudar dentro e fora de campo”, disse em sua entrevista de apresentação, nesta quinta-feira.

Durante a entrevista, Agenor bateu várias vezes na tecla da sequência. Para ele, esse é um requisito necessário para o sucesso na posição. Inclusive foi assim que ele viveu seu melhor momento na carreira em 2015, quando defendeu o Joinville.

“Goleiro precisa de sequência. Às vezes entra no jogo pressionado, precisando fazer o jogo da vida e isso não acontece. Vem com o passar do tempo, pegando ritmo, entrosamento. Essa questão de troca de goleiro é de treinador, diretoria. O foco de quem está em campo é dar o melhor e ir em busca dessa sequência”.

Embora esteja com a documentação regularizada e venha treinando com o grupo desde semana passada, é provável que Agenor ainda não seja relacionado para a partida de sábado, contra o Fortaleza, no Brinco de Ouro. Além de precisar de mais tempo para entrar em plenitude técnica, afinal vem de um período inativo, o goleiro sofreu uma queimadura na mão esquerda após um acidente doméstico.

Comentários

comentários

Mais em Coletivas