Conecte-se conosco

Notícias

Pará comemora melhor atuação e espera nova fase

Com gol e assistência, lateral-esquerdo teve atuação reconhecida pela torcida

Gritos da torcida emocionaram Pará e os familiares presentes ao estádio: 'minha esposa chorou muito e até filmou a torcida gritando meu nome' (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

A torcida do Guarani deixou o Brinco de Ouro eufórica com a vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba e os jogadores, que haviam deixado o gramado em partidas anteriores debaixo de vaias, receberam merecidos aplausos pelo desempenho. E ninguém foi mais celebrado do que Pará. Em sua nona partida pelo clube, o lateral-esquerdo foi decisivo com um gol, uma assistência e comemorou a atuação, que ele espera representar o início de uma nova fase.

Escolhido pelo técnico Umberto Louzer como novo titular da posição no lugar de Marcílio, o jogador não conseguiu produzir o que dele se esperava nas primeiras partidas. Pouco efetivo no ataque e apresentando alguns problemas na marcação, virou rapidamente alvo das críticas das arquibancadas. Tudo mudou na segunda-feira. Autor de um belo gol de falta logo aos 3 minutos, Pará ainda fez cruzamento certeiro para Bruno Mendes recolocar o Bugre na frente. Além disso, o lateral ainda fez bem seu papel na fase defensiva, sendo um dos líderes em desarmes.

“Foi minha melhor partida com a camisa do Guarani. Eu já vinha tendo uma sequência de jogos, mas quando faz gol e dá assistência é totalmente diferente. Chegar aqui não é fácil, mas preciso dar seguimento no trabalho. Num dia você está bem, como aconteceu ontem (segunda-feira), mas tem que dar continuidade para ajudar a equipe”, disse o jogador em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Pará atribuiu seu início irregular pelo período de inatividade. Depois de fazer parte do elenco do América-MG na Série B do ano passado, o atleta foi devolvido ao Cruzeiro, mas não atuou na equipe de Mano Menezes até ser emprestado ao Bugre.

“Eu vinha trabalhando muito para que esse dia chegasse. Comecei um pouco abaixo da média do que normalmente jogo, fiquei seis meses parado e isso pesou um pouco. Mas peguei essa sequência e, a cada partida, estou mostrando por que estou aqui”

A boa atuação foi reconhecida pelos torcedores e ouvir o nome gritado pela torcida no Brinco de Ouro não emocionou apenas Pará. Presentes ao jogo, os familiares do defensor também compartilharam da alegria pelo desempenho.

“Para o jogador de futebol isso é muito bom, uma coisa maravilhosa. Foi fruto de muito trabalho. Fiquei feliz, minha esposa, que estava com meu filho, chorou muito, até filmou a torcida gritando meu nome. Espero que eles possam gritar ainda mais”, projeta.

Comentários

comentários

Mais em Notícias