Conecte-se conosco

Notícias

Zé Carlos, campeão brasileiro de 1978, morre aos 73 anos

Ex-volante que participou da conquista do título brasileiro sofreu um AVC há dois anos

Zé Carlos foi o jogador mais experiente de um meio-campo que também tinha Zenon e Renato: campeões

Campeão brasileiro pelo Guarani em 1978, o ex-volante Zé Carlos morreu nesta terça-feira, aos 73 anos. A causa da morte não foi divulgada. Há dois anos, Zé Carlos sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico e desde então passou a falar e se locomover com dificuldade.
Segundo jogador que mais vestiu a camisa do Cruzeiro (633 partidas), ele também conseguiu escrever seu nome na história do Guarani, já no final de sua carreira. Aos 33 anos, Zé Carlos foi o jogador mais experiente do jovem time bugrino que realizou uma brilhante campanha no Brasileirão de 1978. Dois anos depois, o camisa 5 encerrou a carreira de atleta. Em seu currículo, destaque para a conquista de uma Libertadores, uma Taça Brasil e nove campeonatos mineiros pelo Cruzeiro.

Presente, sempre como titular, em 29 das 32 partidas da campanha de 1978, Zé Carlos foi um dos destaques da equipe. Apesar de ser um volante de contenção em um meio-de-campo que contava com Renato e Zenon, Zé Carlos também tinha muita qualidade com a bola nos pés, já que atuou como meia na maior parte de sua carreira. Pela Seleção Brasileira, disputou três partidas e marcou um gol.

Zé Carlos é o quarto campeão brasileiro de 1978 a morrer. O lateral-direito Mauro, o goleiro Neneca e o técnico Carlos Alberto Silva – que indicou a contratação de Zé Carlos em 1978 – também já faleceram.

O Guarani divulgou a seguinte nota em suas redes sociais: “Com profundo pesar, o Guarani Futebol Clube informa e lamenta o falecimento do ex-meia Zé Carlos. Campeão brasileiro com o Bugre em 1978, o ex-jogador faleceu nesta terça-feira, aos 73 anos, em Belo Horizonte. Descanse em paz, Zé Carlos”.

Comentários

comentários

Mais em Notícias