Conecte-se conosco

Notícias

Mudança não surte efeito e lateral-esquerda segue em ‘crise’

Falho na defesa e pouco produtivo no ataque, Pará ainda não convence com a camisa bugrina

Pará em ação no empate com o Vila Nova: titular nas últimas quatro partidas, lateral-esquerdo ainda não conseguiu corresponder (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

A busca de Umberto Louzer pelo time ideal do Guarani na Série B do Brasileiro passa muito por encontrar uma peça confiável na lateral-esquerda. Marcílio começou o campeonato jogando, mas as falhas no Dérbi e a forte cobrança do torcedor provocaram a busca por uma nova contratação capaz de vingar. Pará chegou, imediatamente ganhou a posição, mas a troca, pelo menos por enquanto, ainda não surtiu efeito. Com falhas defensivas e pouco produtivo no ataque, o atleta emprestado pelo Cruzeiro segue sem convencer.

O lateral-esquerdo foi titular nas últimas quatro rodadas e seus números estão longe de empolgar. O índice de eficiência no passes é de apenas 83,2%, sendo que no último jogo, no empate em 1 a 1 com o Vila Nova, Pará errou 10 das 52 tentativas de passe. São apenas seis desarmes e alguns lances que quase custaram caro ao time. Na vitória sobre o CSA, ele errou em duas saídas de bola e, diante do Vila Nova, outro vacilo só não resultou em gol graças à defesa de Bruno Brígido.

Ofensivamente, o desempenho do camisa 6 ainda é praticamente irrisório. Ele tem uma finalização certa, apenas duas assistências para finalizações e, dos 14 cruzamentos que tentou, apenas cinco são considerados certos. Com a bola nos pés, ainda perdeu a posse 13 vezes, sendo cinco só na última partida.

Apesar dos números pouco empolgantes, o técnico Umberto Louzer manteve a confiança em Pará e lembrou do período de inatividade do lateral, – antes de chegar ao Guarani, ainda não havia atuado na temporada. “Pode ser, é um atleta que vem de um longo tempo que não jogava, agora está readquirindo esse novo ritmo. A maratona de jogos pesa um pouco, mas é dar confiança ao atleta, assim como o Marcílio. Dar confiança pra readquirir a melhor forma, fazer bons jogos e nos ajudar”.

Na quinta-feira, contra o São Bento, Pará tem tudo para continuar como o dono da lateral-esquerda, com Marcílio no banco de reservas. O elenco ainda conta com Rafael Franco, que vem treinando normalmente, mas não há perspectiva de que seja relacionado. Outra alternativa recente era Salomão, mas ele foi emprestado ao sub-20 do Atlético-PR.

Comentários

comentários

Mais em Notícias