Conecte-se conosco

Notícias

Longuine alerta Guarani a não cair em ‘armadilha’

Meia diz que time não pode se apegar à má fase vivida pelo Goiás na Série B

Rafael Longuine diz que o Guarani precisa ter inteligência para saber jogar o jogo: 'Temos que ir com pensamento de decisão' (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

O Guarani vai a campo na sexta-feira em busca da primeira vitória fora de casa pela Série B. Do outro lado, terá um adversário em momento desfavorável, que ainda não venceu nenhuma vez e está na zona de rebaixamento. Na teoria, pode parecer o momento ideal para o Bugre cumprir o objetivo, mas ninguém se ilude com a fase vivida pelo Goiás. Quem faz o alerta é o meia Rafael Longuine, que diz que o time não pode cair na ‘armadilha’ de achar que terá alguma facilidade.

O meia traçou um paralelo entre o momento do adversário e o fato de a equipe esmeraldina ser a segunda que mais recebe pelas cotas de televisão – devido a um contrato com a Rede Globo, ganha R$ 26 milhões, enquanto o Bugre e outros 17 participantes recebem R$ 6,03 milhões – para explicar que isso não interfere quando a bola começar a rolar.

“Isso (a diferença de orçamento) não entra em campo, como também não entra em campo a parte de eles não estarem tão bem. Não podemos cair na armadilha de pensar nessas situações para não ser surpreendido. É um jogo importante para eles, como para nós também”, explicou.

Ainda que não espere um Goiás fragilizado, Longuine não nega que o rival deverá buscar a vitória à todo custo. Por isso, uma qualidade é essencial ao Bugre para tentar sair do Serra Dourada com os dois três pontos. “É um jogo em que precisamos ter muita inteligência. Saber que a equipe deles vai vir pra cima de qualquer jeito pela situação em que se encontra”, projeta.

“A gente precisa ter uma ideia e definir bem o que quer antes do jogo para ir lá, propor nosso estilo, procurar não sofrer e saber jogar o jogo. Isso é o mais importante. Quando aparecer a oportunidade, estar num dia bom, concluir e conseguir o objetivo, que são os três pontos. Temos que ir com pensamento de decisão. Mudar a postura para começar a conquistar pontos fora de casa”, finaliza.

Comentários

comentários

Mais em Notícias