Conecte-se conosco

Coletivas

Longuine projeta sequência e aposta: ‘Tendência é melhorar’

Após primeiro jogo como titular, meia espera continuidade e evolução na equipe

Longuine admite que sentiu bastante o desgaste do último: tempo de treinamentos até a partida contra o Goiás é útil para o meia (Foto: Letícia Martins/Guarani Press)

Depois de quase sete meses, Rafael Longuine voltou a iniciar uma partida como titular apenas na última terça-feira, na vitória do Guarani sobre o Criciúma. Naturalmente, sentiu o cansaço, não conseguiu ficar em campo os 90 minutos, mas, ainda assim, teve participação decisiva ao dar a assistência para o gol de Bruno Nazário. O objetivo agora é emplacar uma sequência. Com tempo para trabalhar e adquirir mais entrosamento, o meia aposta que o crescimento será gradativo.

Longuine é figura certa na equipe que enfrenta o Goiás, na sexta-feira, no Serra Dourada, pela sexta rodada da Série B do Brasileiro. E esse período de dez dias entre uma partida e outra, que muitos não gostam, para ele tem sido bastante proveitoso.

“Particularmente, é muito importante para mim. Depois do jogo passado senti o cansaço e a falta de ritmo, o que é normal devido ao tempo sem atuar. Esses dias tem sido importantes pra poder descansar e melhorar o ritmo de treinamentos para não sentir tanto”, explica.

“Estou procurando trabalhar forte no dia a dia dos treinamentos e, sem dúvida, com a sequência de jogos tudo vai melhorando. O ritmo, a confiança. Tudo isso faz parte de um processo que eu já estava esperando por estar um longo período sem atuar. Tudo dentro do planejado”, garante o jogador.

Nas duas vezes em que já atuou com a camisa bugrina, o meia teve contribuição em gols marcados. Além da assistência da última partida, sofreu o pênalti no Dérbi. O próximo passo, quem sabe, é comemorar algo que para ele não acontece desde março do ano passado: um gol.

“Esses momentos são importantes porque venho adquirindo confiança. Senti a falta de ritmo e vai demorar um tempo para recuperar tudo isso, mas espero que eu possa melhorar e a tendência é crescer, evoluir. A gente espera que esse gol saia o mais rápido possível, mas tudo tem seu tempo. Estou aqui para ajudar, independentemente de marcar, dar assistência”, finaliza Longuine.

Comentários

comentários

Mais em Coletivas