Conecte-se conosco

Estatísticas

Umberto Louzer é o técnico com mais vitórias desde 2012

Treinador chega a 14 vitórias na temporada e supera Vadão e Marcelo Chamusca, que ganharam 13 em 2017 e 2016

O técnico Umberto Louzer vibra em uma das 14 vitórias que já conquistou à frente do Guarani (Foto: Alexandre Battibugli/FPF)

A vitória por 1 a 0 sobre o Criciúma na quinta rodada da Série B tem uma marca significativa no trabalho de Umberto Louzer no comando do Guarani. Em sua 23ª partida, o treinador conquistou a 14ª vitória, marca que não é alcançada por um treinador no Brinco de Ouro em uma mesma temporada desde 2012, com Vadão. Nos anos de 2013 e 2014, nem mesmo somando as vitórias de todos os treinadores se chega a esse número.

Nesse período, o recorde anterior de vitórias no mesmo ano era de 13, conquistado por dois treinadores queridos pela torcida bugrina: Marcelo Chamusca venceu 13 vezes em 24 partidas em 2016 (aproveitamento de 62,5%) e Vadão também ganhou 13 em 29 jogos do ano passado (50,6%). Umberto Louzer chegou a 14 triunfos com um aproveitamento de 63,7%.  Ele também tem dois empates e sete derrotas e viu seu time marcar 44 gols e sofrer 26.
Para superar os números de Vadão e Chamusca, Umberto Louzer precisou trabalhar até o dia 8 de maio. Mas em bem menos tempo ele superou todos os outros treinadores que comandaram o time nos últimos seis anos.
Além de Vadão, o Bugre teve mais quatro treinadores em 2017. Juntos, Nei da Matta (3), Maurício Barbieri (1), Marcelo Cabo (0) e Lisca (2) venceram apenas seis vezes em 28 partidas, cinco a mais do que Umberto já disputou. Em 2016, o clube teve apenas dois treinadores. Antes de Chamusca, Pintado ganhou sete confrontos.

Em 2015, nenhum dos quatro treinadores chegou perto da atual marca de Umberto Louzer. Marcelo Veiga ganhou sete vezes e ficou à frente de Ademir Fonseca (3), Paulo Roberto Santos (3) e Pintado (4).
Os piores anos da década para o Guarani foram os de 2013 e 2014. Em 2014, quatro treinadores (Márcio Fernandes, Evaristo Piza, Vágner Benazzi e Marcelo Veiga)  e um interino (Carlinhos) disputaram 39 partidas e venceram apenas 10. Em 2013 os resultados foram ainda piores. Em 40 partidas, três treinadores (Zé Teodoro, Branco e Tarcísio Pugliese) e dois interinos (Paulo Pereira e Carlinhos) conquistaram os três pontos em apenas oito oportunidades.

Umberto Louzer superou com folga as marcas de vários de seus antecessores, mas ainda está longe das 23 vitórias que Vadão conquistou em 2012, ano do segundo e último vice-campeonato paulista da história do clube. Naquela temporada, Oswaldo Alvarez disputou 58 jogos e venceu 23. Deixou o Brinco de Ouro com um aproveitamento de 47,7% e foi substituído por Vilson Tadei, que disputou sete jogos e venceu apenas um.

Confira o número de vitórias por ano de cada treinador do Guarani desde 2012

2012
Vadão: 23
Vilson Tadei:1

2013
Zé Teodoro: 0
Branco: 2
Paulo Pereira: 1
Carlinhos: 0
Tarcísio Pugliese: 5

2014
Márcio Fernandes: 5
Carlinhos: 0
Evaristo Piza: 2
Vágner Benazzi: 2
Marcelo Veiga: 1

2015
Marcelo Veiga: 7
Ademir Fonseca: 3
Paulo Roberto Santos: 3
Pintado: 4

2016
Pintado: 7
Marcelo Chamusca: 13

2017
Nei da Matta: 3
Maurício Barbieri: 1
Vadão: 13
Marcelo Cabo: 0
Lisca: 2

2018
Umberto Louzer: 14

Fonte: José Ricardo Mariolani

Comentários

comentários

Mais em Estatísticas